quinta-feira, 16 de junho de 2016

Fletcher Hanks - Os quadrinhos mais bizarros do mundo.

Em 1938 foi criado o Superman, que inspirou toda uma geração de quadrinhos de super-heróis. E daí começou uma guerra fria quadrinística que levou muitas editoras a correr atrás. Em 1940 na revista "Fantastic Comics" foi criado o obscuro STARDUST, do desenhista Fletcher Hanks. 

Imagine um smartphone criado antes da invenção do telefone comum. Isso é o equivalente artístico do Fletcher Hanks. 

"Branca de Neve" da Disney é de 1937, imagine o selo "VERTIGO",  Watchmen", e tudo o mais sendo previsto logo em seguida, 50 anos antes do previsto. É isso que "Stardust" é.

O personagem é tipo o Dr.Manhattan, não é um herói, ele é um deus castigador de vilões, que pune eles transformando eles em ratos, transformando eles em gelo, ou deixando assassinos presos em pesadelos tendo que de encarar as pessoas que eles mataram. 



Fãs do Alan Moore, do Miracleman, do Lanterna Verde ficarão surpresos ao ver essas histórias aberrantes que fariam "Yellow Submarine" dos Beatles parecer historinha do Snoopy.

Uma coletânea das histórias dele foi compilada em 2008 "I Shall Destroy All The Civilized Planets" Pros arqueólogos de plantão, é um prato cheio.

Mas CUIDADO, pois o que foi visto não pode ser desvisto.


Algumas imagens estão disponíveis neste site:
http://www.misterkitty.org/extras/stupidcovers/stupidcomics29.html