sábado, 11 de junho de 2016

Marshal Law (minissérie em quadrinhos de 1987)





















Na onda dos primeiros quadrinhos "dark" que vieram após Cavaleiro das Trevas, Watchmen e Elektra, veio um que pegou pesado, mais pesado que o esperado, e o golpe veio dos quadrinhos INGLESES.(curiosamente publicados pelo selo Epic, da Marvel).

"Marshal Law" veio em 1987, e falava de um futuro "super" sombrio.


Pessoas foram recrutadas para serem soldados, e receberiam poderes genéticos, se tornando "Superheróis". Eles enlouqueceram numa guerra sul-americana, tais como veteranos do Vietnam, e provocam baderna em San Futuro, (San Francisco depois do terremoto). E quem tem que eliminar essas ameaças é o superpolicial "Marshal Law", que odeia "super-heróis" profundamente.

Então, se heróis coloridos são uma doença, Marshal Law é a cura.

O roteirista inglês Pat Mils (Juiz Dredd) e o desenhista Kevin O´neill (Liga Extraordinaria), mostram todo o seu ódio aos quadrinhos americanos, ao imperialismo ianque e tudo o mais que vem junto, não sobrando pedra sobre pedra. Nenhuma crítica ou paródia aos supers chegou ao pé disso. Alan Moore sorriria no túmulo.

“A américa chegou a sua segunda infância com tantos super-heróis..”

hahaa eu DU-VI-DO que alguém faça um filme do Marshal Law, ainda mais agora que os super heróis estão com o máximo da popularidade, hehehehe

Enfim, quem está farto de heróis, quer ver o ponto de vista inglês, e tem estômago para uma carga pesada de cinismo e humor negro, essa é uma excelente leitura. Vale a busca arqueológica.