sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Maratona de filmes do James Bond

Uma mini-maratona casual de filmes do James Bond acabou virando uma maxi-maratona.

Tudo culpa daqueles vídeos no youtube homenageando "GoldenEye" o famoso jogo do Nintendo 64. Como não tenho N64, pelo menos pude baixar uma das continuações, o "World is not Enough" do PS1 pro PSP, que por sinal, também é muito bom.


Isso me levou a assistir o filme, que me levou a assistir aos outros dois filmes do Pierce Brosman, divertidíssimos por sinal.

Depois outro dia fui na Saraiva, e encontrei o Bluray do filme dos anos 60, "Goldfinger", com o Sean Connery. Nossa, fazia 20 anos que não via esse filme, o VHS tá com os meus pais! acabei comprando.




Alguns dias depois, tentei instalar o jogo Uncharted do PS3, mas ele não rodou, problema de incompatibilidade de um driver sei lá o quê. Fui trocar com meu amigo que vende jogos usados e o que eu encontro: "Quantum of Solace" do PS3. Peguei na hora! Adeus "Uncharted", já joguei o primeiro, estava com preguiça de jogar o segundo mesmo.



Gah, que jogo ótimo, gráficos perfeitos. Nem sou muito fã de jogos de tiro em primeira pessoa, mas esse me convenceu do contrário.

Depois voltei aos filmes, fui assistindo um por um. E fui percebendo o quanto o James Bond influenciou o Batman e o Superman dos desenhos animados do Bruce Timm nos anos 90.

Uma delas é o vilão Blofeld, interpretado por Telly Savalas,  com certeza ele é a inspiração para o Lex Luthor da série animada do Superman.



Nos filmes do 007, o inventor da divisão "Q" entrega todas as armas para o James Bond que não precisa inventar nada.

Nos filmes do Batman do Nolan, o Lucius Fox entrega todas as armas para o Bruce Wayne que não precisa inventar nada.  :)



Outra cena interessante, foi a do "007: Licença para matar", de 1989,  uma das melhores cenas é uma em que um helicóptero pesca um avião em pleno vôo, cena que com certeza inspirou o Nolan na cena em que um avião pesca o outro em "Dark Knight Rises".





Os anos 60 eram a era da psicodelia, você via isso na capa dos discos dos Beatles, nas intros do James Bond e nos quadrinhos do Nick Fury desenhados pelo mestre Steranko, e dá-lhe imagens hipnóticas!




Bom, é por enquanto é só  :)