segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Relembrando GALÁCTICA: Astronave de Combate

Saudações, seus nerds! Hoje eu lhes apresento um mini-especial GALACTICA.

Battlestar Galactica foi um seriado feito em 1978, por Glen Larson, o mesmo de outros sucessos oitentistas como "Super Máquina" e outros. Teve duas temporadas e foi exibido na rede Record nos anos 80, e depois na Rede Manchete.

Tinha naves, tinham lasers, e tinham robôs, era o "Star Wars" semanal e não sem justificativa, muitos dos técnicos, designers e maquetistas de "Star Wars" trabalharam em "Galactica". O George Lucas tentou processar mas o processo não vingou.

A série era uma mistura de "Êxodo" com "Eram os Deuses Astronautas" pois  falavam de uma civilização de humanos distante no espaço que buscavam a Terra Prometida, no caso o planeta Terra, viajando em gigantescas naves chamadas "Battlestars" enquanto fugiam dos robóticos Cilônios.

Embora o seriado tivesse uma ótima produção, só teve duas temporadas e foi cancelado. Mas foi reprisado durante muitos e muitos anos.



Então, em 2003, "Galactica" volta a TV em uma espetacular minissérie  e uma série fenomenal que durou quatro temporadas e vários filmes de TV, quadrinhos e jogos.

O seriado novo foi muito bem recebido. Mas alguns personagens reformulados tiveram mudanças de raça e sexo, que curiosamente, não geraram nenhum protesto, no máximo um levantar de sobrancelhas "Curioso". O herói STARBUCK que era um piloto audacioso apostador, beberrão e fumante na série original virou uma mulher piloto e apostadora, beberrona e fumante na série. E ninguém fez um escarcéu em relação à isso. Um "big whatever". Realmente, muito tempo se passou entre a série original e o remake.



Curiosamente, acho a Galactica do seriado de 2003 parecida com a a Galactica dos quadrinhos de 1995 do polêmico desenhista/editor Rob Liefeld, que os fâs de quadrinhos amam odiar.  :)