quarta-feira, 11 de maio de 2016

"Comics Stars Wars" Clássicos 7



Boa noite seus nerds de quadrinhos. Permita-me compartilhar com vocês minha nova compra, a edição de "Comics Stars Wars" edição 7 (198 páginas, Planeta DeAgostini).


Essa edição equivale ao número 60 de Star Wars publicada nos Estados Unidos em 1982, e aqui no Brasil na revista do Incrível Hulk número 31 de 1987.

Essa história a Marvel fez como continuação do filme "O Império Contra Ataca" e o roteirista David Michelinie e o excelente desenhista Walt Simonson contavam a história do Luke, Leia e Lando sem o Han Solo, que estava capturado pelo Império e congelado em carbonita e enviado para o mafioso Jabba.

A Marvel tinha certa liberdade para criar histórias desde que não envolvam um conflito direto do Luke contra o Vader ou uma nova Estrela da Morte (era só somar dois e dois e você podia adivinhar que o próximo filme teria justamente os dois elementos proibidos. MAS não contaram para Marvel que o Luke e a Leia eram irmãos!  Então cenas como essa eram comuns. Luke e Leia se beijavam aproveitando qualquer desculpa.

Me beija cavaleiro Jedi hmmmm

Como o  WALT SIMONSON tem os poderes concedidos a ele por Odin, a primeira coisa que ele fez foi dar pro Luke uma nova namoradinha, para dar um fim a essa p.... presepada do George Lucas.

A piloto rebelde SHIRA foi a escolhida para trazer Luke para os eixos.


















Luke fica fascinado pela mocinha nova, uma excímia piloto de caça Asa X e lhe dá todas as atenções, faz com que Leia ficasse enciumada a ainda mais determinada para encontrar o Han Solo a tempo do próximo filme.
























O Han Solo está pensando: "Eu sei"




















E ainda temos o Walt Simonson desenhando belas naves super detalhadas e várias estrelas incandescentes. Os fãs de sua fase lendária no gibi do THOR vão encontrar várias similaridades, como o povo selvagem que atacou a cidade natal da Shira é muito parecido com o povo de origem do Bill Raio Beta.

Eu sorrio comigo mesmo ao pensar que isso foi desenhada enquanto eu estava na segunda série, e só agora eu puder ler a continuação. No Brasil as histórias vieram picotadas e o título do Hulk tinha que dividir espaço com outros personagens, como Rom, o Cavaleiro do Espaço. Mas enfim, cá estão essas histórias para deixar qualquer arqueólogo de quadrinhos feliz.